MUSICA
Musica.com
 Letras de Canciones
 Vídeos Musicales
 TOP Música
 Fondos de Pantalla
 Juegos de Música
 Chat de Música
Grupo/Cantante
A B C D E F G
H I J K L M N
O P Q R S T U
V W X Y Z 0 .. 9
 
Socios/as
 Login (Entrar)
 Registrarse
 Socios Online
Facebook Twitter GooglePlus Redes_Sociales
Estadísticas
 Letras: 816.850
 Vídeos Musicales: 4.414
 Wallpapers: 34.378
Cambiar Página

MUSICA.COM > S > Sérgio Reis > Disparada

Buscador de Música
A B C D E F G H I J K L M N
O P Q R S T U V W X Y Z 0 ... 9
 
Más Música
:: Los mejores vídeos del momento
:: Los cantantes que más gustan
:: Saludos de grupos y cantantes
:: Musica.com en facebook
SÉRGIO REIS 
Letras de Sérgio ReisVídeos de Sérgio ReisFotos de Sérgio ReisBiografía de Sérgio ReisForo de Sérgio ReisClub de Fans de Sérgio ReisFondos de pantalla de Sérgio ReisRanking de Sérgio Reis
LetrasVí­deosFotosBiografí­aForoFansFondosRanking

LETRA 'DISPARADA'

Enviar_LetraImprimir_Letra
Enviar letra a un amigoImprimir letra

Prepare o seu coração
Pras coisas que eu vou contar
Eu venho lá do sertão
Eu venho lá do sertão
Eu venho lá do sertão
E posso não lhe agradar

Aprendi a dizer não
Ver a morte sem chorar
A morte, o destino tudo
A morte, o destino tudo
Estava fora de lugar
Eu vivo pra consertar

Na boiada já fui boi
Mas um dia me montei
Não por um motivo meu
Ou de quem comigo houvesse
Que qualquer querer tivesse
Porém por necessidade
Do dono de uma boiada
Cujo vaqueiro morreu

Boiadeiro muito tempo
Laço firme, braço forte
Muito gado e muita gente
Pela vida segurei
Seguia como num sonho
E boiadeiro era um rei

Mas o mundo foi rodando
Nas patas do meu cavalo
E nos sonhos que fui sonhando
As visões se clariando
As visões se clariando
Até que um dia acordei
Então não pude seguir
Valente lugar tenente
E dono de gado e gente
Porque gado a gente marca
Tange, ferra, engorda e mata
Mas com gente é diferente

Se você não concordar
Não posso me desculpar
Não canto pra enganar
Vou deixar você de lado
Vou cantar noutro lugar

Na boiada já fui boi
Boiadeiro já fui rei
Não por mim nem por ninguém
Que junto comigo houvesse
Que quissesse ou que pudesse
Por qualquer coisa de seu
Por qualquer coisa de seu
Querer mais longe que eu

Mas o mundo foi rodando
Nas patas do meu cavalo
E já que um dia montei
Agora sou cavaleiro
Laço firme, braço forte
Num reino que não tem rei.

Fuente: musica.com
Letra añadida por votasgu

Sérgio Reis

:: Ver todas las letras de Sérgio Reis que hay disponibles
:: Enviar letra Disparada de Sérgio Reis por E-Mail
:: Imprimir la letra Disparada de Sérgio Reis
:: Añadir letra de canción de Sérgio Reis
LETRAS MÁS VISITADAS DE SÉRGIO REIS

:: Sérgio Reis - letra de Vagabundo
:: Sérgio Reis - letra de Romaria
:: Sérgio Reis - letra de Serafim e Seus Filhos
:: Sérgio Reis - letra de Não Vou Perdoar
:: Sérgio Reis - letra de Cavalo Preto
:: Sérgio Reis - letra de Cavalo Enxuto
:: Sérgio Reis - letra de A Vida do Viajante
:: Sérgio Reis - letra de A Volta da Asa Branca
:: Sérgio Reis - letra de Coice de Alazão
:: Sérgio Reis - letra de De que vale a vida sem amor
[Ver todas las letras de Sérgio Reis ordenadas por visitas]

Links Interesantes
:: CINE.COM - Las mejores películas, cartelera de cine, fotos, juegos de cine..
:: MUSICA.COM - Letras de canciones, vídeos de música, wallpapers, fotos..
:: VIDEOJUEGOS.COM - Videojuegos en flash para que pases un buen ratillo
Aviso
Las letras disponibles en musica.com tienen propósitos meramente educativos. Todo el contenido de musica.com (vídeos, letras, fondos de pantalla, etc) es gratis, excepto las melodías
Musica.com .. Ayuda .. Publicidad .. Política de Privacidad y Cookies .. Versión Móvil