VIAJANTE DO TEMPO

Polo Norte

Letra de la canción

Vives num bairro latino
Tens a alma, a janela e o destino na mão
Fazes do fado o teu hino
Corres as ruas a sorrir de paixão

Deixas-te a tua morada
Não pudeste lutar contra a maré a subir
Foste uma ave alada
Que se afogou pelo céu a ruir

Viajante do tempo
Um tempo que não pára
Perdido pelo vento
Pela dor que não sara
Viajante do tempo que não pára

Soltaste o ser que nos grita
Um poeta sem lua e uma sombra a mais
Loucuras que ninguém acredita
Desejos sem sonho por amar demais

Fiquei sem saber o que sou
Morri por um amor que não sei se existe
De tudo o que fiz só restou
Aquele sentir que ninguém já resiste

Viajante do tempo
Um tempo que não pára
Perdido pelo vento
Pela dor que não sara
Viajante do tempo que não pára
fuente: musica.com

Letra añadida por: podercrema (#25.398)

Valora la calidad de la letra

Compartir 'Viajante do tempo'

compartir en facebook
compartir en google plus
compartir en twitter
Enviar letra a un mail
Imprimir letra
ir a arriba