DE IGUAL PRA IGUAL

Augusto

Quando jurava prá mim fidelidade
Fui apenas um escravo da maldade
Você quis, você lutou e conseguiu

Você feriu sentimentos que a ti eu dediquei
Quantas vezes o seu pranto eu enxuguei
Por pensar que era por mim que chorava

Você fingiu
Você brincou com a minha sensibilidade
É o fim do nosso caso na verdade
Só nos restam recordações

Não toque em mim
Pois eu descobri que você não é nada
Não podemos seguir juntos nessa estrada
É o fim do amor sincero que eu senti

Mais aprendi
Fazer amor prá te ferir sem sentir nada
Enquanto eu amava você me enganava
De igual prá igual
Quem sabe a gente pode ser feliz
fuente: musica.com

Ficha de la Canción

Título:
DE IGUAL PRA IGUAL

Grupo/Cantante:
AUGUSTO

Letra añadida por:
luisitomar92

Valora la calidad de la letra

Compartir Letra

compartir en facebook
compartir en google plus
compartir en twitter

Enviar la letra 'De igual pra igual' por email

Imprimir la letra 'De igual pra igual' de Augusto

ir a arriba