ONDINE EN PORTUGUES

Eths

Letra de la canción

Ondina

Ondina gosta de beber no seu rio genital.
Ondina vagueia sob as fronteiras coprophages.
Coroada antifusionnelle, torniquete desviado.
Alimentados você do corpos, gênio das águas perversas.
Senhora elabora os seus machos andrógenos.
É bestial, ela sela o seu ideal.
Inflamação psiquiátrica.
Para parceiros, paraphiles.
E danificados, émétophiles.
Coito interrompido, Coito interrompido.
Forceps anal, dominação do sacro.
Forçar o sal, a criança fecalmente, tradução da bacia.
Segredo fecal.
Deie, gosta daquilo, limpa-o.
Não engana, madeira que você envia.
Limoso caldo de fundo, cavernoso tira espuma de vergonha.
A delícia monta, distende teu suplício de diferença.
Vomita nas suas coxas, torna o que come.
fuente: musica.com

Letra añadida por: gabrielcandiavela (#10.916)

Eths
Valora la calidad de la letra

Compartir 'Ondine en portugues'

compartir en facebook
compartir en google plus
compartir en twitter
Enviar letra a un mail
Imprimir letra
ir a arriba