LETRA

Muletas

Como segurar em mãos que não vejo,
mãos que não confio?
Como respeitar a porra de seu discurso
que fede a traição?

Você veio pra quebrar meus joelhos
e me forçar suas muletas.
Tentou me convencer ser um fraco,
moldar minha mente para absorver
sua doutrinação moral
e suas muletas me escravizar.
Mas eu não preciso de sua luz na escuridão
me guiando ao nada...
nem de suas muletas malditas.

Vai se foder!!!

Eu não vou botar a minha mão pra queimar
e me convencer de que a dor não vai chegar.
Não vou furar meus olhos pra não ver.
E nenhuma aparição sádica, branca e patética
vai me fazer aceitar sua doutrina de merda.

Não vou viver
minha vida de joelhos...
minha vida de joelhos.