ALVORADA / JUÍZO FINAL

Beth Carvalho

Letra de la canción

Alvorada lá no morro que beleza
Ninguém chora não há tristeza
Ninguém sente dissabor
O sol colorindo
É tão lindo, é tão lindo
E a natureza sorrindo tingindo tingindo

Você também me lembra a alvorada
Quando chega iluminando
Meus caminhos tão sem vida
E o que me resta é bem pouco
Quase nada de que ir assim
Vagando numa estrada perdida, Alvorada......

Alvorada lá no morro que beleza
Ninguém chora não há tristeza
Ninguém sente dissabor
O sol colorindo
É tão lindo, é tão lindo
E a natureza sorrindo tingindo tingindo

Você também me lembra a alvorada
Quando chega iluminando
Meus caminhos tão sem vida
E o que me resta é bem pouco
Quase nada de que ir assim
Vagando numa estrada perdida, Alvorada......
fuente: musica.com

Letra añadida por: J o R g 3 (#980)

Beth Carvalho
Valora la calidad de la letra

Compartir 'Alvorada / Juízo Final'

compartir en facebook
compartir en google plus
compartir en twitter
Enviar letra a un mail
Imprimir letra
ir a arriba