DE DONGA A MARTE

Reinald-O

Dizem que tudo aqui sempre acaba em samba
Mas tem muito samba difícil da gente escutar
Por isso é que a rapaziada subiu no palanque
E fez manifesto que o samba não pode parar
Basta ver a velha guarda, cada um faz sua parte
O samba do tempo de Donga chegou lá em Marte
Quando o samba é eterno mostra a força de uma arte
O samba do tempo de Donga chegou lá em Marte

Pra começar, ser sambista não era mole não
Tinha noite de roda e pé no chão
Que acabava lá dentro da DP
Pra se explicar, o malandro ainda tinha que mostrar
Que vivia só pra trabalhar
Mas de noite sambava pra viver
E foi catando cavaco e poeira
Que o samba jurou bandeira
E foi abrindo trincheira pra gente lutar
Por isso a massa hoje anda cabreira
Chega de ouvir brincadeira
Bota mais samba no samba pro povo cantar

Pra quem sabe o que é partideiro
Com o mestre fuleiro aprendi a versar
Meu manifesto é que o samba não pode parar

O samba é mais que uma idéia
É ter Manacéia no céu, no altar
Bota mais samba no samba pro povo cantar

Sambar é uma arte divina
Quem viu Jovelina, viu anjo cantar
Meu manifesto é que o samba não pode parar

Pagode que tinha Candeia
Corria na veia o dom de criar
Bota mais samba no samba pro povo cantar

Zeca, Guineto e Martinho
Traçaram o caminho pro samba embalar
Meu manifesto é que o samba não pode parar

Bota mais samba no samba pro povo cantar
Meu manifesto é que o samba não pode parar
fuente: musica.com

Ficha de la Canción

Título:
DE DONGA A MARTE

Grupo/Cantante:
REINALD-O

Letra añadida por:
votasgu

Valora la calidad de la letra

Compartir Letra

compartir en facebook
compartir en google plus
compartir en twitter

Enviar la letra 'De Donga a Marte' por email

Imprimir la letra 'De Donga a Marte' de Reinald-O

ir a arriba