UM SEGUNDO NO INFINITO

Pode ser
que a tarde esquente
que o sol rebente
o ar que ferve me serve
agora o teu olhar
pegou na veia
levou pra longe
é muito tempo um segundo
se eu saí do ar
pra lá do céu
nada de mais
e nem sei onde é que estava...

Deixa estar
a praia cheia
que sobra areia
voltei do instante
onde o tempo não tem que ter lugar
o olhar náo mente
se vê de frente
eu piso o chão
e o calor náo é brincadeira não
depois do sol
amar faz bem
e a alegría quer sombra

Deixa o mar tocar a vida
deixa a tarde debruçar (delirar)
no verão dos dias lentos
ver o mundo passar

Deixa o sol trocar de pele
e o amor fazer o que quer
eu só vou ligar pro tempo se o coração bater

Um segundo
no infinito...
fuente: musica.com

Ficha de la Canción

Título:
UM SEGUNDO NO INFINITO

Grupo/Cantante:
LEO MINAX

Letra añadida por:
RickRack

Top Letras de Leo Minax

1. Letra de Até Você Voltar
2. Letra de A Faca E A Cebola
3. Letra de Da Boca Pra Fora
4. Letra de Curva De Bambu
5. Letra de Com A Cabeça No Luar
6. Letra de Causa E Efeito
7. Letra de Boca
Ver todas las letras de Leo Minax