DEUS GAÚCHO

No revoar de seu pala amanheceu no rincão
Bombachita remangada
cruz de malta, pés no chão

Abancou-se com a peonada para matear no galpão
Contou causos missioneiros de nossa revolução
A voz sonava em sua boca e o Rio Grande em seu coração

| Contra a fumaça no braseiro foi mostrando
| A nossa estampa farrapa em guerras peleando
| Na fé de um povo aguerrido, bravo e sem luxo
| Conquistamos liberdade porque Deus nasceu gaúcho

O mate aquecia a prosa passando de mão em mão
Proseava sobre ideais da mais pura tradição
Deixou de presente um mango, um facão, um par de esporas

Pra defender meu Rio Grande qualquer dia, qualquer hora
Beijou a mão da peonada disse adeus e foi embora
fuente: musica.com

Ficha de la Canción

Título:
DEUS GAÚCHO

Grupo/Cantante:
GAROTOS DE OURO

Letra añadida por:
SOYMERENGUE81

Top Letras de Garotos de Ouro

1. Letra de A.m.m.m
2. Letra de Bebe Leite Quem Não Guenta
3. Letra de Bugio do Velho Duca
4. Letra de Chinelada
5. Letra de Fandango no Orelhano
6. Letra de Festança dos Medeiros
7. Letra de No Barulho do Meu Relho (Lek Lek Gaúcho)
Ver todas las letras de Garotos de Ouro