LEMBRANÇAS COSTEIRAS

Bem tu disseste meu velho pai
Piá não deixe nunca a costa do uruguai
Minhas andanças por relembranças
Ficaram mansas onde a saudade me distrai
Meu cinamomos meus potros mouros
Do mamo a mano nas carreiras de campanha
Quincharam lerdos meus infinitos
Que ainda mocito encilhada à solidão
Que ano a ano a tranco largo
Anda penando emponchando à minha dor
O rio onde eu pescava surubi
As lides divididas que escolhi
Tantos chamamés que vivi
Os tempos que mudaram meu cantar
A pressa de sestear com as andorinhas
Rombeando a sonolência de um verão
Lonqueado aos cafundós a rabalheiros
Que aos poucos dispersaram o meu olhar
fuente: musica.com

Ficha de la Canción

Título:
LEMBRANÇAS COSTEIRAS

Grupo/Cantante:
GAROTOS DE OURO

Letra añadida por:
MasterCapo

Top Letras de Garotos de Ouro

1. Letra de A.m.m.m
2. Letra de Bebe Leite Quem Não Guenta
3. Letra de Bugio do Velho Duca
4. Letra de Chinelada
5. Letra de Fandango no Orelhano
6. Letra de Festança dos Medeiros
7. Letra de No Barulho do Meu Relho (Lek Lek Gaúcho)
Ver todas las letras de Garotos de Ouro