Imagen de la canción 'Grog Damn'

Grog Damn

GROGNation

LETRA

Alinear a la izquierdaAlinear al centroLetra más grandeLetra más pequeña

Esses niggas precisam de uma lição boy
Papi
Factor
GROGNation na casa

É ridículo rappers sem testículos
Com chupões e cunhas
Logo enriquecem currículos
R-A-P veiculo
De todo o meu progresso
A cada ver-ciclo
Eu escrevo o meu sucesso
No sentido inverso
Tantos wannabes
Têm corrompido o acesso
A reais MCs
Fodo que nem pipis
Motherfuckers invejosos
Fizeram o que eu não fiz
Sem mentiroso
A minha audácia, eficácia
Sobre evidência grog
A viver o rap wack
Sem sobrevivência
E indecência, clemência, experiência
Eu 'tou com
Não largo rap
Nem com ultimato
Aqui no
Eu vivo o hip hop
Eu educo e mato o salto alto
Rockies querem chop
Sonham com o meu show
Groupies querem sexo
Fiquemos no blow

Não me meças com os mesmos palmos
Com que tu te medes
Não peças para fazer
Da maneira que procedes
Para ser real não preciso de álibis
És real como o [?] diz
São só bocas [?], Manuela Moura Guedes
Tenho dito
Não minto nem omito
Que não papo groupies
E mesmo faminto, não pito
De imediato, ponho do lado do prato
Mas só relato aquilo em que acredito
Recito visões, experiências, vivências
Prioridade a verdade
Só depois a consequência
Jovem mas sem urgência
Para seguir modas e tendências
Dá ouvidos à Fátima Lopes
Que eu dou a minha consciência
Que é leve como um grama
Descendência camoniana
Por isso minhas mensagens
Aqui saem tipo telegrama
E continuam dizer disparates
Quando fazem auto retratos
Ou melhor, o povo escolhe
Não se auto proclama
Quando dizes ser bué mau
Mato o gato tiro o pau
Anda para aí muito cão
Que muito ladra e não tem dentes
Não acompanhas, lamento
Quando rimo dou os 100%
Se não entendes 'tás a 50
E provavelmente não sentes
People que até rima, mas escreve
Nada com nada
50 das suas palavras
Equivalem a 100 paredes
'Tás a passo
Rimar 50 vezes
Se a estrutura
Isso é história sem argumentos

Para um segundo
Pensa como esse mundo brecha pelo cash
Cash, que a maioria se
Não importa quem tu és
Para quem importa o material
Não tens o mundo a teus pés
Não és especial
És igual a toda a gente
Desta selva urbana
O me'mo corpo
A me'ma mente
A me'ma rotina mundana
O algodão não engana
'Tá na mama da dama
Que te tenta dar a xana
E tem correio da má fama
Cada um faz a cama onde se deita
Cada um semeia a sua própria colheita
Quem não aceita
Ou se adapta ou morre
Foge da ceita
Capta e corre
Boy, tu consegues
Por isso não te entregues
Desvia-te do caminho
Dessas massas que tu segues
Ganha knowledge
Ganha bolas
Para saíres desse enredo
Que tu não controlas

Eu só te vejo atrás da fama
Em alfama e atrás do fato
Trouxe gana quando a mama
Era moda cá no mercado
Tu não apareces o sucesso
Que o processo é complicado
Ou acabas onde o progresso
Que fazes, é limitado
É que traças objetivos
E nunca os alcanças
(Mas quem é esse?)
E ninguém te conhece
É que vontade não se finda
Carreira só se afunda
Enquanto essa ambição cresce
Esperteza não se acumula
E o teu som não bate na coluna
'Tou a sentir-lo baixo
Acho que por mais que mexas a coluna
És menos macho
Sei que 'tás a pedi-las
Mas podá-las para perde-las
Quando te vejo a propagá-las
Sem skill, só para vende-las

Bitch, I am a motherfucking Grog
Grog Damn Nation
Bitch, I am a motherfucking Grog
Grog Damn Nation
Motherfuckers
Bitch, I am a motherfucking Grog
Grog Damn Nation
Motherfuckers listen
I'm a motherfucking Grog
Grog Damn Nation
Niggas, isto é real hip hop
Grog Damn Nation
Vai sair para toda a nação
Hip hop Nation
Bitch, I am a motherfucking Grog

fuente: musica.com disquito - musica.com

Compartir la letra 'Grog Damn'

Buscar canciones
X
ir a arriba