GROGNation

Upgrade

GROGNation

LETRA

Alinear a la izquierdaAlinear al centroLetra más grandeLetra más pequeña

One shot, chegar cuspir e bazar
É o upgrade
Segunda Vaga
Algueirão, Mem-Martins

Mais que falar, é agir, não estagnar, evoluir
Digo fala menos e age mais, pensas logo em agredir
Manos andam a confundir esta merda toda...
Pois o people já nem sai de casa se não for para andar na moda
Incomoda ver que se acomodam com a mesma roupa
Brother eu jogo sujo mas fujo das lavagens que vos moldam
Transformam no mesmo mero algarismo de estatística
Efémero como o período de uma estadia turistica
E o teu tempo 'tá contado como favas
Podes fugir ou te esconder mas podes crer que não escapas destes tubos onde há fumo sem lume, espesso, escuro como petróleo bruto, onde escuras são as cores de luto e as cabeças se arrumam
Mas puto eu não me acostumo e luto, já nem como nem durmo, quando pego nestas linhas e as arrumo inteligentemente e assumo que muita gente inteligente mente, mas não te iludas que possuis mente inteligente man

Se tu és mente fraca escuta-me atentamente
Eu só vou dizer uma vez, por isso cala-te e aprende
'Tá memo à nossa frente o que nos prende
Mas o que surpreende é que ninguém o compreende
People não apreende a mensagem, vive á margem
Não sabem a diferença entre uma falha e uma sabotagem
Por isso nos violam, tornam o sistema vilão
Notícias nos esmiolam mas melhores dias virão
É que esta guerra santa nem se passa no Irão
Passa-se pelo Euro e por ele muitos piram´
Memo que Moody's e FMI interfiram...
A gente não é lixo, o valor não nos tiram
Enquanto houver amor e criatividade, há liberdade, p'ra mental atividade
Povo temperamental nunca vai a nenhum lado
Porque desordem social torna tudo complicado
Eu não quero mudar o mundo, quero mudar mentalidades
Que mudarão o mundo sem grandes dificuldades
É o upgrade!

Advertência parental, tapa os ouvidos dos teus cotas
Isto é escadaria mental, para os que pensam de cadeira de rodas
Não te deixavam brincar lá fora, medo dos pretos, medo das drogas
Agora vamos mostar-vos todos os anti-depressivos que a tua mãe toma
Como o teu pai já bebes e fumas, olha para ti, já és um homem
A sociedade quer que tu consumas buéda merdas que te consomem
Ela pressiona e tu segues, te direciona contra as paredes
E a tua cabra cega, burra até dizer chega (Casa dos Segredos)
Isso é outra bodega, tipo andar de escorrega
Entretenimento barato, infantil que não te ensina népia, comédia
Ainda sou do tempo da enciclopédia
Agora o people tem net e não aproveita, só navega á toa
Teste de português, outra nega, é na boa!
Daqui a uma semana o teu cota te perdoa
Todos querem ser reis por mais que a burrice doa
E os putos cagam para os livros, só lhes ensinam o valor da coroa
É o upgrade!

fuente: musica.com disquito - musica.com

Compartir la letra 'Upgrade'

Buscar canciones
X
ir a arriba