SOMBRA EN PORTUGUÉS

Cecilia Toussaint

Letra de la canción

Eu não sou, eu não sou,
Eu não estou conectado e ainda aqui
sem ver, sem dar,
Fiquei sozinho e às cegas, sem pensar
Eu sou, onde eu
sempre parar neste lugar (2 vezes)

Ninguém me ensinou a dizer adeus
ninguém os ensinou a pedir desculpas
hoje e só posso sentar e assistir
as trevas em que este se tornou (2 vezes)

Eu não sou, eu não sou
Eu não estou conectado e ainda aqui
sem ver, sem dar
Fiquei sozinho e às cegas, sem pensar
Eu sou, onde eu
sempre parar a este lugar

Ninguém me ensinou a dizer adeus
ninguém os ensinou a pedir desculpas
hoje e só posso sentar e assistir
as trevas em que este se tornou

Quando você para a compra de hóspedes até adro não
da Fundação Casa de Jorge Amado
pra vê alto escalão de soldados, Quase todos pretos
nd Porrada dando nuca de pretos bandidos
Casca e Outros Quase mulato Brancos
Tratados como pretos
Outros Só pra mostrar Quase pretos ano
e São Quase todos pretos ...
fuente: musica.com

Letra añadida por: *-*vIcToR*-* (#668)

Cecilia Toussaint

Compartir 'Sombra en portugués'

compartir en facebook
compartir en google plus
compartir en twitter
Enviar letra a un mail
Imprimir letra
ir a arriba