SIN MIEDO A NADA EN PORTUGUES

Adrián Varela

Letra de la canción

Morro por suplicar que não se vá minha vida
Morro por escutar dizer as coisas que nunca digas,
Mas me calo e você se vai,
Mantenho a esperança
De ser capaz algum dia
De não esconder as feridas
Que me doem ao pensar que vou te querendo cada dia um pouco
mais
Quanto tempo vamos esperar?

Morro por te abraçar e que me abraces tão forte
Morro por te divertir e que me beijes quando despertas
Acomodado em teu peito, até que o sol apareça.
Vou me perdendo em teu cheiro
Vou me perdendo em teus lábios que se aproximam
Sussurrando palavras que chegam a este pobre coração
Vou sentindo o fogo em meu interior

Morro por conhecer-te, saber o que pensas
Abrir todas suas portas
e vencer esses tormentos que nos querem abater
centrar em teus olhos minha mirada
Cantar contigo ao amanhecer
Beijarmos até desgastar nossos lábios
E ver em teu rosto cada dia
Crescer essa semente
Crer, sonhar, desejar tudo surgir,
Intervir o medo a sofrer

Morro por te explicar o que passa por minha mente
Morro por intrigar-te e seguir sendo capaz de surpreender-te
Sentir cada dia essa flechada ao ver-te
Que mais dará o que dizem? Que mais dará o que pensam?
Se estou louco é coisa minha
E agora volto a ver o mundo ao meu favor
Volto a ver brilhar a luz do sol.

Morro por conhecer-te, saber o que pensas
Abrir todas suas portas
e vencer esses tormentos que nos querem abater
Centrar em teus olhos minha mirada
Cantar contigo ao amanhecer
Beijarmos até desgastar nossos lábios
E ver em teu rosto cada dia
Crescer essa semente
Crer, sonhar, desejar tudo surgir,
Intervir o medo a sofrer
fuente: musica.com

Letra añadida por: Duarttuk (#41.589)

Adrián Varela
Valora la calidad de la letra

Compartir 'Sin miedo a nada en portugues'

compartir en facebook
compartir en google plus
compartir en twitter
Enviar letra a un mail
Imprimir letra
ir a arriba