Canción 'Fado-mae' interpretada por María Villalón

Fado-mae Letra y Canción

María Villalón

Añadir a Favoritas

Guardar en Playlist

FADO-MAE es una canción de María Villalón.

LETRA

'Fado-mae'

Ai minha fonte, meu rio,
ai de água tão pura e bela,
nos seus olhos um sol
que é a minha janela.
Quem me dera ser o mar
para a embalar
e adormecê-la.

E não deixar seu corpo arrefecer,
agasalhar-lhe o peito em minha mão;
e não deixar o vento, a chuva, a mágoa,
a solidão na sua água,
mergulhar meu coração.

Quem me dera ser o mar
para a embalar e adormecê-la!...

FADO-MADRE

Oh mi fuente, mi río,
oh de agua tan pura y hermosa,
en sus ojos un resplandor
que es mi ventana.
si pudiera ser el mar
para mecerla en la cuna
y adormecerla

Y no dejar que su cuerpo se enfríe
resguardar su pecho en mi mano;
y no permitir el viento, la lluvia, el dolor,
en la soledad de su agua
zambullir mi corazón.

Si pudiera ser el mar
para mecerla en la cuna y adormecerla