LETRA

A Fonte

Tenho sede mas dessa fonte eu não vou beber
Como os homens do mundo que estão a morrer
Esperando as injustiças do nosso poder
Quem tem a fonte verdadeira procura saciar
Um coração aberto que queira encontrar
-a porta-onde todos os problemas
Vão se acabar!!
Existe uma verdade absoluta
Se você acreditar, então pode ser livre
-é ...livre!!

Tenho sede mas dessa fonte eu não vou beber
Dessa religião predominante e contraditória,
Prostituição explícita e difamatória
Que suja os nossos nomes em caráter mundial
Brasil!!celebremos o nosso carnaval
Esqueçamos a nossa verdade social
A cada feriado mensal
E exaltemos os nossos santos!!
São francisco e são sebastião
Celebremos o nosso pão!
Celebremos o nosso pão!
Dessa pobre religião...
Não, eu não quero ver isso no meu país
Esse sofismaque não traz solução
A rima com essa razão!
Tão absurda...
Quem sabe um dia pode ser sarada
Essa moeda pinchada
Pela nossa corrupção.