PET SEMETARY EN PORTUGUÉS

Till Lindemann

Debaixo do arco de algumas tábuas e manchas do tempo,
Duendes antigos, e senhores da guerra,
Saem do solo e não fazem um som,
O cheiro de morte está ao redor,
E a noite quando os sopros de vento frios,
Ninguém se preocupa, ninguém sabe.

Eu não quero ser enterrado em um Cemitério de Animais,
Eu não quero viver minha vida novamente,
Eu não quero ser enterrado em um Cemitério de Animais,
Eu não quero viver minha vida novamente.

Siga Victor para o lugar sagrado,
Este não é um sonho, eu não posso escapar,
Molares e colmilho, o fazendo tique-taque de ossos,
Espíritos que gemem entre as lápides,
E a noite, quando a lua é luminosa,
Alguém chora, algo não está certo.

A lua está cheia, o ar ainda é,
De repente eu sinto um frio,
Victor está sorrindo maliciosamente, carne que apodrece lá fora,
Esqueletos dançam, eu amaldiçôo este dia,
E a noite quando os lobos clamam,
Escute o fim e você pode me ouvir gritar.
fuente: musica.com

Till Lindemann

Ficha de la Canción

Título:
PET SEMETARY (EN PORTUGUÉS)

Grupo/Cantante:
TILL LINDEMANN

Letra añadida por:
©®øsby (léø)

Valora la calidad de la letra

Compartir Letra

compartir en facebook
compartir en google plus
compartir en twitter

Enviar la letra 'Pet Semetary en portugués' por email

Imprimir la letra 'Pet Semetary en portugués' de Till Lindemann

ir a arriba