O BRANCO DOS TEUS CABELOS

O que se planta germina sendo bem regado cresce
É como o verde do pampa e a natureza enobrece
Canção simples e modesta do pouco é que avisto muito
Mesmo assim não vejo tudo mas de nada me aborrece
O branco do teu cabelo não é
Motivos pra ironia
Espelham conhecimento
Experiência e sabedoria
Dos versos que hoje transmito do fundo do peito sai
Grito mais alto que posso eco não sei donde vai
E o vento forte assobia vai repontando lembranças
Traz aromas do meu pampa e faz ondas nos meus trigais
A nossa honra tem preço nada pode valer mais
São heranças dos meus troncos dos meus avós e meus pais
Digo isso com orgulho e quando meus filhos cresçam
Que eles também digam o mesmo sou igualzito ao meu pai
fuente: musica.com

Ficha de la Canción

Título:
O BRANCO DOS TEUS CABELOS

Grupo/Cantante:
GAROTOS DE OURO

Letra añadida por:
Edgard Gómez

Top Letras de Garotos de Ouro

1. Letra de A.m.m.m
2. Letra de Bebe Leite Quem Não Guenta
3. Letra de Bugio do Velho Duca
4. Letra de Chinelada
5. Letra de Fandango no Orelhano
6. Letra de Festança dos Medeiros
7. Letra de No Barulho do Meu Relho (Lek Lek Gaúcho)
Ver todas las letras de Garotos de Ouro