Disquito sustituye a Mesa

Tribunal da Relação

Mesa

LETRA

alineación izquierdaalineación centrofuente mayorfuente menor

Sabes que não há nada que possas dizer
Que me faça mudar
Ao evitar o que sinto
Evito ao menos sofrer

Pois sim, cada qual sabe de si
Mas eu descobri que não sei nada sobre mim
Tentava ao menos aprender algo sobre ti

É verdade este mundo é complicado
Fica ainda mais sem ti a meu lado
Sem sentido, sei que sou frágil
Sem sentido, sempre a toda a hora

Vou subir e fazer cócegas ao Cristo Rei
Sou a rainha do exílio e tu sabe-lo bem
E tu sabe-lo bem

Tenho a morada escrita no meu braço
A fuga planeada, sinto um pouco embaraço
Sou a rainha do exílio e tu sabe-lo bem

Se tenho dois bato com força
Até caírem no chão

Sabes, não há nada que possas dizer
Ao evitar o que sinto
Evito ao menos sofrer

Pois sim, cada qual sabe de si
Mas eu descobri que não sei nada sobre mim
Tentava ao menos aprender algo sobre ti

É verdade este mundo é complicado
Fica ainda mais sem ti a meu lado
Sem sentido, sei que sou frágil
Sem sentido, sempre a toda a hora

Vou subir e fazer cócegas ao Cristo Rei
Sou a rainha do exílio e tu sabe-lo bem
Tenho a morada escrita no meu braço
A fuga planeada, sinto um pouco embaraço
Sou a rainha do exílio e tu sabe-lo bem (x3)

fuente: musica.com disquito - musica.com

Compartir la letra 'Tribunal da Relação'

ir a arriba