Imagen de la canción 'Geração Kalashnikov'

Geração Kalashnikov

DJ Caique

LETRA

Alinear a la izquierdaAlinear al centroLetra más grandeLetra más pequeña

Fruto da globalização:
Coca-cola, droga, arma no 'mermo' avião
Bem vindo a minha geração
Fuzis usados na 2ª guerra
Hoje desfilam na mão de um moleque na rua de terra
Chacinas são comandadas de salas em wall street
Descobriram o lucro da guerra desde auschwitz
Lucram com a desgraça de um povo que é gado Marcado
Fazem guerras de acordo com o mercado
Capitalismo primata, mão de obra barata
Donos do poder escolhem quem morre e quem mata
Num fliperama macabro, onde o boneco é você
Você só tem uma vida e o jogador não quer saber
Metralhadoras russas, fuzis israelenses
Onde só morre pobre nessa guerra nonsense
Para que os imperialistas vivam seu 'american dream'
O tráfico de armas aqui nunca tem fim
Essa é a geração da morte
Entorpecida por cinema e por kalashnikovs
Lacrimogênio, cheiro forte
Holocausto mundial e a mídia desliga o holofote

Meu heróis morreram alvejados, não de overdose
Geração kalashinikov (2x)

No século das armas
Vidas perdidas como karma
Projéteis de ódio num pente goiabada
Fúria engatilhada numa .40
Latina américa brasil geração pós anos noventa
Rotina violenta
Na terra do escâmbio
Índios na transamazônica
Com revólver igual do rambo
Inverno nos trópicos, pra um paraíso nórdico
Mais dólares, mais petróleo
Mais certidões de óbito
Ditam nossas vidas duma sala no pentágono
Nos injetam venenos, escondem antídotos
Querem nos erradicar, não há nenhum equívoco não
A intenção da máquina é aniquilação
Estratégia maligna da cultura falida
Sou da américa latina, américa bandida, bandido
E vou lutar pela minha vida
Mesmo que essa luta até me pareça perdida
A rebeldia persiste somos um vírus na máquina
Causar um colapso essa é a nossa tática
Até o último cair, essa é nossa missão
Seja bem-vindo a minha geração

[Refrão]

fuente: musica.com disquito - musica.com

Compartir la letra 'Geração Kalashnikov'

Buscar canciones
X
ir a arriba