Imagen de la canción 'Minha Prece'

Minha Prece

DJ Caique

LETRA

Alinear a la izquierdaAlinear al centroLetra más grandeLetra más pequeña


Contrafluxo, DJ Caique
Sente o peso, sente o peso!

Eu peço abrigo, luz e muito amor nas orações
Peço sempre mais paz e o fim das aflições
Pras minhas ações, peço bom senso na jornada
E a minha meta será sempre bem aventurada
Leve pra longe do meu rumo toda a praga
Maldade nesse mundo se propaga
Mata o que é divino, e os que não trazem fé nessa terra nunca ficarão de pé
Assim defino, glória
Tenho que perseverar
E meu trajeto a oração que proferi no bem a minha vida irá guiar
Irradiar, meu corpo trancafiar
Habilidade pra driblar o mau que tente atrasar, é pra já
No teu ventre foi que construí meu ninho
Não temo a escuridão pois já tracei o meu caminho
Eu sei que a serpente mostra os dente de repente
Um ataque de surpresa, nunca estarei sozinho

Peço que ilumine meu caminho dando clareza de pensamento
Coragem pra superar toda a sorte de tormento
Nessa longa jornada peço proteção e integridade
Pra todo tipo de pessoa, independente de idade
Dê proteção aos de boa fé e aos que necessitam
E nesse mundo feio e sujo um pouco mais de humanidade
Sabedoria pra que a cada passo dado reflitam
Sobre a dura existência na imensidão da cidade
Peço que a mágica se prolongue o máximo possível
Que a cada lance dado eu suba ao menos um nível
Usando a imaginação incrível, combatendo problemas triviais
Pras coisas que regem o mundo sejam menos desiguais
Jogue pra longe distrações, me ajude a manter o foco
Abra ouvido e corações com os sentimentos que provoco
Eu lhe evoco, com todas forças que ainda tenho
Do fundo da minha alma, eu humildemente venho

Em minha prece
Peço luz pra guiar meus caminhos enquanto anoitece
Me afaste do rumo onde habita a maldade
Dos males do mundo: imunidade
Em minha prece
Peço luz pra guiar meus caminhos enquanto anoitece
Mantenha o meu prumo e dê maturidade

Ensina-me a fugir de qualquer trama mundana
Fazer disputa por grana, arrumar puta por grana
Me livra de tais provações, dai-me serenidade
Pra semear o amor e o bem pela humanidade
Poder falar sem ferir, se calar pra ouvir
Melhorar, progredir, pra somar reunir
Que eu dê o melhor de mim pra fugir da penúria
Das sombras que nos atormentam e que só trazem lamúria
Olhai as lutas que carrego e que trago diariamente
Que seus desígnios em mim se façam presentes
Que minha mão de ti se faça mensageira
Que eu seja o consolo de quem chora a vida inteira
Vem reduzir a extensão da minha tristeza
Me conduza com clareza na hora das incertezas
Que assim o amor perdure, e que sua luz nos proteja
Nos abençoe agora e sempre
E que assim seja

Minha prece inicia clamando por proteção
Por momentos em que se espera a luz na escuridão
Santos em devoção, minha fé em oração
Segue na contramão de impostores, traidores
Pois a cada batalha na vida eu sinto as dores
Cansaço, se quer ajuda, apoio, quem sabe um abraço
Não ameaço, eu não me entrego na luta
Tenho conduta, esperança
Fortalecendo o espírito jamais se quebra a aliança
Anseio meu receio em momentos de bonança
Que me olhares sincero, jamais ter desconfiança
Por isso avanço meus dias rumo ao juízo
Quem sabe no espírito consigo a paz que eu preciso
Rumo ao paraíso, valorizo minha existência
Pois a cada passagem consigo experiência
Mergulhar em si mesmo não é só revolução
Mas a busca da sagrada essência

Em minha prece
Peço luz pra guiar meus caminhos enquanto anoitece
Me afaste do rumo onde habita a maldade
Dos males do mundo: imunidade
Em minha prece
Peço luz pra guiar meus caminhos enquanto anoitece
Mantenha o meu prumo e dê maturidade

fuente: musica.com disquito - musica.com

Compartir la letra 'Minha Prece'

Buscar canciones
X
ir a arriba