Imagen de la canción 'Não há Arte vs Arte'

Não há Arte vs Arte

DJ Caique

LETRA

Alinear a la izquierdaAlinear al centroLetra más grandeLetra más pequeña

Subo e desço as ruas, independente do tempo bom
O brilho da Lua sob o Sol derretendo
Faço poesia urbana e tenho retratos cinzentos
Transformando em murais coloridos
Tudo aquilo que absorvo, tudo aquilo que eu vou vendo e vivendo
E percebendo quando eu troco minhas ideias pelas quadras da cidade
E admiro os contrastes, junto à arte
Na mais humilde face, ignorada pela falta
Falta de humanidade como fato fictício
É existência de uma só verdade
Se a matéria é a mentira então me diga qual é a realidade
Cê tá ligado, que por enquanto só se vive uma vida
E que o resto é somente após aquela travessia pro outro lado
Que eu não tô ligado se é o fim ou a metade
Da história do começo que não foi documentado
Microfones saturados
Enquanto os braços se cruzam em frente ao palco
E fica todo mundo atônito, num movimento estático, só
Refletindo o som ou criticando o que eu faço
Alguns ouvidos aberto, alguns olhares ocupados
Eu já disse que eu não te peço aplausos
Mas se você não sente, sinto muito, meu amigo
Que ao contrário do meu mic, você tá desligado

E a maneira que for, do jeito que tiver que ser
É fazer por amor e não só pra convencer
Não interessa se agradar, desde que possam entender
A missão é um pião, nosso jeito de se ver
E a maneira que for, do jeito que tiver que ser
É fazer por amor e não só pra convencer
Não interessa se agradar, desde que possam entender
A missão é um pião, nosso jeito de se ver

Eu cresço num mundo em que muitos só reclamam
Mas é o preço que se paga se as sementes não se planta
E nada se propaga se as pessoas não se amam
É difícil mas vou nessa e quem tá vindo então vamo, se
Todo mundo fizer a sua parte
Quem sabe a utopia se transforme em realidade
Parar de combate, não há arte versus arte
Pois, pra mim, isso daí é pra quem tá de sacanagem
E eu tô pronto pro embarque, entrando no encarte
Junto com quem sabe fazer com vontade
Tudo de verdade, na musicalidade
A gente se entreter e levantar a cidade
Pra fazer a construção, uma boa fundação
Senão pode crer que tudo desaba no chão
Arquiteta ela pra passar um furacão
E tua obra ser pra sempre e não só por um verão

E a maneira que for, do jeito que tiver que ser
É fazer por amor e não só pra convencer
Não interessa se agradar, desde que possam entender
A missão é um pião, nosso jeito de se ver
E a maneira que for, do jeito que tiver que ser
É fazer por amor e não só pra convencer
Não interessa se agradar, desde que possam entender
A missão é um pião, nosso jeito de se ver

fuente: musica.com disquito - musica.com

Compartir la letra 'Não há Arte vs Arte'

Buscar canciones
X
ir a arriba