Disquito de musica.com

Dia Treze de Agosto - Letra

Zé Barth

Añadir a Favoritas

LETRA 'DIA TREZE DE AGOSTO'

Eu peguei uma escada e comecei a trepar
Na ponta de um telhado que eu ia desmanchar
Forçando o pé de cabra para o sarrafo arrancar
Demoliu-se o rancho inteiro eu pensei é muito azar

Depois peguei o martelo para um murro quebrar
Já dei em cima do dedo que deu mesmo pra chorar
Ai naquelas alturas comecei a desconfiar
Fui olhar no almanaque era dia do azar

Peguei um rolo de fio e uma luz fui instalar
Já dei um talho no dedo quando o fio fui descascar
Resolvi ir para casa eu não vou mais trabalhar
A mulher gritou comigo o leite tu vai tirar

Então eu fui tirar o leite e a vaca fui amarrar
Outra vez tranquei o dedo não dá para acreditar
Quando o balde tava cheio eu ia mesmo parar
A vaca me deu um coise que fez o balde virar

Dali eu fui tomar um banho já debaixo do chuveiro
Era um frio do mês de julho já molhado o corpo inteiro
Acaba a água da caixa eu fiquei no desespero
Foi dia 13 de agosto é um fato verdadeiro