Disquito de musica.com

A Idade do Bicho Homem - Letra

Zé Barth

Añadir a Favoritas

LETRA 'A IDADE DO BICHO HOMEM'

Até os meus quatro anos eu vivia num berreiro
Nunca largando das tetas me chamavam de terneiro

Dos quatro aos doze anos meu pai dizia te espicha
Vira logo borboleta se não quiser ficar bicha

Dos doze aos dezesseis já ví que não era fraco
Só descascava banana me chamavam de macaco

De dezesseis até os vinte eu era muito bonito
Eu comia só brotinho me chamavam de cabrito

Dos vinte aos trinta anos forte igual um boi zebu
Comia tudo que via me chamavam de urubu

Dos trinta aos quarenta anos me lembro até tenho mágoa
Escolhia o que comer me apelidaram de águia

Dos quarenta aos cinqüenta a mulherada eu atraio
Falo muito e como pouco igualzinho um papagaio

Dos 50 aos 60 eu vou muito nos forró
Persigo tudo e todas e não papo nem a vó

Dos 60 aos 70 a minha cisma não para
Canto canto e não como só me chamam de cigarra

Dos 70 aos 80 vou começar sentir dor
Dói aqui e dói ali eu vou virar um condor

E se eu passar dos 80 vou se uma velha galinha
Os ovos ficaram podres morreu o pinto que tinha