Imagen de la canción 'Te Liguei'

Te Liguei

Vitão

LETRA

[Letra de 'Te Liguei' com Vitão]

Te liguei pra falar de ontem à noite, morena
Eu saí de casa pro trampo, cê tava no esquema
Esperando eu voltar com o banquete
Na mesa, bonita, toda maquiada, beleza rara
Beijo de chocolate, 18 quilates, com aquela calcinha de renda
Te peço desculpa, mas
O trampo me cobra, mas
Sei que não é desculpa
Mais uma vez cê tava lá pra mim e eu não tava pr'ocê
E ontem à noite mesmo eu vacilei
Mas deixa eu te pedir em casamento
Te levar comigo pro Caribe
Em cima de um tapete viajando com o vento
Pra mim o tempo já passou faz tempo
Mas pra você ficar, talvez não basta o sentimento
Talvez tenha que te mostrar que eu vivo num momento
Onde todas as coisas me querem com 100% de atenção
Mas a porcentagem já não bate
Tô pensando em vazar, fumar um cigarro de chá mate
Deixar a vida de lado, vencer tipo xeque-mate
Mas se você quiser a gente declara um empate

Mesmo se o sol nascer ao contrário, ainda vou tá no mesmo lugar
E você, se quiser, pode vir pra me acompanhar
Vou te dar flores e te levar pra jantar no mar
Mas no dia seguinte o mundo vai me pedir pra voltar
E eu também sei que minha vida
Ultimamente tem sido bem mais corrida
Do que eu imaginava e a gente se embolava no lençol
E se perdia com a noite até se encontrar com o sol

Vai
Tão longe que cê nem possa lembrar do meu canto e do meu lar
Vai
Talvez a gente se encontre do outro lado do meu celular
Vai
Tão longe que cê nem possa lembrar do meu canto e do meu lar
Vai
Talvez a gente se encontre do outro lado do meu celular

Cê me liga no FaceTime que não tem o time da vida real
Cê me fala que tudo que eu quero é escrever poesia e escutar Marechal
Mas eu tô longe de casa vivendo meu sonho
Trampando meu sonho como um delinquente
Escrevendo dez horas por dia, dez folhas por hora
Tudo que vive na minha mente
Sei lá, vai ver que a gente não era pra ser
E o mundo vive tentando me fazer te esquecer
E o mundo dá voltas
Tanta volta que eu sempre encontro com você, nem
Sei de onde vem tanta coincidência
Talvez seja o fato da minha vida não ter coerência
É, cê nunca ligou pra minha aparência
Mas nós tem tanta química, mais que nas aulas de ciências
Tá vendo aquela lua que brilha lá no céu?
Se você me pedir nem sei se vou poder te dar
Mas te dou o calor do sol e a força das ondas do mar
E se não for suficiente, cê pode vazar

Mesmo se o sol nascer ao contrário, ainda vou tá no mesmo lugar
E você, se quiser, pode vir pra me acompanhar
Vou te dar flores e te levar pra jantar no mar
Mas no dia seguinte o mundo vai me pedir pra voltar
E eu também sei que minha vida
Ultimamente tem sido bem mais corrida
Do que eu imaginava e a gente se embolava no lençol
E se perdia com a noite até se encontrar com o sol

Vai
Tão longe que cê nem possa lembrar do meu canto e do meu lar
Vai
Talvez a gente se encontre do outro lado do meu celular
Vai
Tão longe que cê nem possa lembrar do meu canto e do meu lar
Vai
Talvez a gente se encontre do outro lado do meu celular

Comparte si te ha gustado