Melody Gardot

LETRA

Tantas vezes minha mao era um espelho
Vagabunda caminhado como um velho
Tantas vezes iemanja era o canto
Flore de quaresmeira cor de amaranto

Tantas veszes procurando meu destino
Tantas veszes perguntando no caminho
Tantas vezes uma pedra nas correntes
"Ser mulher com um colar desse sementes"

Mas Eu
Tava esperando
Alguém pra amar
Alguém pra me dar um beijo
Eu, passaro sem par
Tava esperando
Alguém pra amar

Tantas vezes casaram sem aliança
Tantas vezes esperança de criança
Tanta poesia foi no pergaminho
Tantas veszes "pra você e com carinho"

Tantas vezes viu o vastidão do mar
Na areia traços finos de um par
Tantas vezes vagueando na beleza
Tantas vezes navigando na tristeza

Mas Eu
Tava esperando
Alguém pra amar
Alguém pra me dar um beijo
Eu, passaro sem par
Tava esperando
Alguém pra amar

Eu
Tava esperando
Alguém pra amar
Alguém pra me dar um beijo
Eu, passaro sem par
Tava esperando
Alguém pra amar

Me dar...
Um beijo...
Me dar...
Um beijo...

Eu
Tava esperando
Alguém pra amar

Eu
Tava esperando
Alguém pra amar