MUSICA.COM > C > Letras de Charlie Brown Jr. > Letra Cidadão comum refém

LETRA CIDADÃO COMUM REFÉM

Toda vez é a mesma história, criança correndo, mãe chorando,
chapa quente,tiro pro lado, silêncio na praça, um corpo de um
inocente, chega a maldita polícia, chega a polícia o medo é
geral, armado, fardado, carteira assinada com ódio na cara
pronto para o mau, mais um preto que morre, ninguém me
socorre, a comunidade na cena,a arma dispara, o pânico
aumenta, parece até cinema não é real, as armas não são de
brinquedo, quando a polícia invade a favela espalha terror e
medo, é gente da gente que não nos entende e usam de
violência um coropo estendido no chão, ao lado de uma poça de
sangue, cosequência do desespero daqueles que eram para dar
segurança, que ganham aumento de bravura quando tudo
termina em matança, refém do medo, guerreiro do inferno
guiado por jesus, na escuridão tentando buscar, achar uma luz,
e por falar fazendo uma curva, uma viatura, vou ter que dar
uma parada porque agora porque agora vou ter que dar uma
dura, como sempre acontece tapa no saco me chamam de preto
abusado, documento na mão, vinte minutos dpois eu tô liberado,
é complicado ser revistado por um mulato fardado, que acha
que o preto favelado é um retrato falado, sempre foi assim
covardia até o fim, a porrada que bate na cara não dói no
playboy burguês, só dói me mim, programado pra matar(pá-pá)
atira e depois vai perguntar se ele trabalhava ou traficava, só
sei que deitado no chão ele está, e gera a revolta na cabeça da
comunidade que é marginalizada pela sociedade, que se cala
escondida no seu condomínio, na favela ainda impera a lei do
genocídio, noventa por cento da população anda com arma na
mão, não confia na proteção, medo de camburão, vê cacete na
mão, fica jogado no chão

CHORíO: quando o ódio dominar não vai sobrar ninguém, o
mal que você faz reflete em mim também.. respeito é para
quem tem.. pra quem tem! autoridae vem invade sem critério
nenhum, som na sirene, cheiro de morte, derrubaram mais um,
na frente do filho eles quebraram o pai, o zé povinho fardado
vem entra mata e sai...sem ser julgado, corrompido, alienado,
revoltado, vai pintando esse quadro, o quedro do filme da sua
vida, o quadro de vidas e vidas da maioria esquecida..
decorrente do descaso e da corrupção, muleque cresceu não
tinha emprego então virou ladrão, menor bolado por aí tem de
montão, morre um nasce um monte com maior disposição... o
pensamento de todos aqueles que moram nas favelas são fiéis..
a revolta de consome da cabeça aos pés... é o ponto de
perspectiva, sem a possibilidade de escolher o que é melhor pra
sua vida, e que gera a revolta na cabeça da comunidade que é
marginalizada pela sociedade, que se cala escondida no seu
condomínio, na favela ainda impera a lai do genocídio...

só a própria vida me ensinou a caminhar com as próprias
pernas, resta agora você se livrar do mal que te corrói e
destrói...

MV BILL: não é só a favela que é condenada a viver a luz de
vela, tática de guerra, tiro, lama e terra, capitão do mato seco
pra atirar e não erra, depois que descobre que o cara que tava
deitado é inoscente, revolta na mente, favela que sente, ódio
que toma conta de muita gente, todo mundo pra rua querendo
botar fogo no pneu, querem se manisfestar porque alguém
morreu, só a mãe que vai chorar, sabe o que perdeu, tem rua
fechada, carro parado, camiseta na cara, piloto assustado,
relógio quebrado, busão tá quebrado, neguinho bolado,
caminhão saqueado, caminhão de shoque de porrete na mão,
tiro pro alto para assustar a multidão, tira o pino da granada pra
assustar a multidão, nessa hora todo mundo apanha igual
marginal, botando geral pra correr sai voando se não quer
morrer, se pegar te esculacha, bomba de gás, bala de borracha,
a manisfestação que era para ser contra a violência, deixa mais
feridos como consequência, bota a mulecada para casa, tira a
barricada, pista liberada não acontece nada, multidão se cala,
um já foi pra vala, tudo o que acontece na favela não abala a
ninguém, pedir ajuda pra quem, veja o que tem, o povo tá sem,
somos do bem, faltando alguém, só resta o choro e lamento da
família e dos amios, que perderam um ente queridoprocura a
Deus e diga Amém, de boca fechada para o seu próprio bem,
teve um menor de camisa na cara, que deu uma pedrada na
cara de um guarda que tava baixando a porrada, e quem não
aceitava que aquilo rolava, o morro chorava, mais um episódio
que não deu em nada, só mais uma confusão e gente
machucada, favela ocupada, medo dominando, quem é
trabalhador que fica em segundo plano, seguem matando, o
povo enterrando, imposto pagando, desacreditando, justiça
damando, por Deus implorando, por almas orando, com a vida
jogando,

CHORíO: favela ocupada por uma semana vivendo em clima de
tensão, quem tenta esquecer não consegue se lembra quando
vê o sangue marcado no chão, a comunidade ainda assustada
aos poucos retorna ao seu dia-a-dia, a lágrima seca e a mente
prepara o corpo para a próxima covardia...
fuente: musica.com

Charlie Brown Jr.

CIDADÃO COMUM REFÉM

LETRAS DE CHARLIE BROWN JR.

Letra añadida por:
no name

Valora la calidad de la letra
Añadir letra de Charlie Brown Jr.
Enviar la letra de Cidadão comum refém por email
Imprimir la letra Cidadão comum refém de Charlie Brown Jr.

Top Letras de Charlie Brown Jr.

1. Letra de Céu Azul
2. Letra de Ela vai voltar (Todos os defeitos de uma mulher perfeita) (en español)
3. Letra de Céu Azul (en español)
4. Letra de Cidadão comum refém
5. Letra de Dias de Luta, Dias de Glória
6. Letra de A Banca (acústico MTV)
7. Letra de A Banca
Ver todas las letras de Charlie Brown Jr.
Charlie Brown Jr.

Charlie Brown Jr.

Letras de Charlie Brown Jr.
Letras
Vídeos de Charlie Brown Jr.
Vídeos
Fotos de Charlie Brown Jr.
Fotos
Biografía de Charlie Brown Jr.
Biografía
Foro de Charlie Brown Jr.
Foro
Club de Fans de Charlie Brown Jr.
Fans
Ranking de Charlie Brown Jr.
Ranking
Letras de Canciones

1. Te Boté (Bad Bunny)
2. El Color De Tus Ojos (Banda MS)
3. No Hay Nadie Más (Sebastián Yatra)
4. Cuando Te Besé (Becky G)
5. Mala Mía (Maluma)

Vídeos Musicales

1. Te Boté (Bad Bunny)
2. A Lo Lejos Me Verán (El De La Guitarra)
3. No Hay Nadie Más (Sebastián Yatra)
4. Amorfoda (Bad Bunny)
5. Estamos bien (Bad Bunny)

Más Música

Artículos de Música

Artículos de Música

Artículos relacionados con el mundo de la música: beneficios de la música, análisis de los diferentes géneros musicales, décadas, etc.

Preguntas sobre tus gustos musicales

Preguntas sobre gustos musicales

18 preguntas de música: ¿cuál es el estilo de música que más te gusta?, ¿a qué cantante o grupo te gustaría conocer?, ¿cuál es la mejor canción de las que suenan actualmente?...

Musica.com

musica.com en facebook musica.com en twitter musica.com en google plus

Links Interesantes

CINE.COM - Las mejores películas, cartelera de cine, fotos, juegos de cine
MUSICA.COM - Letras de canciones, vídeos de música, fotos, juegos
VIDEOJUEGOS.COM - Videojuegos en flash para que pases un buen ratillo
Letras licenciadas por LyricFind Letras: 973.850 - Vídeos Musicales: 22.218 - Fotos: 75.225
Lyrics licensed by LyricFind Ayuda .. Publicidad .. Política de Privacidad .. Política de Cookies .. Versión Móvil