213 EN PORTUGUES

Slayer

213:

Um pensamento de compulsão mórbida
Vem à mente
Liberação sexual enterrada dentro de si
Controle completo de uma possessão premiada
Para tocar e acariciar sem objeção
Almas solitárias, um vazio representado
Prazeres físicos, um tremor aditivo
Um objeto da realidade pervertida
Uma obsessão além de seus sonhos selvagens

REFRíO
A morte ama o abraço final
Sua bela ternura
As memórias mantém o amor vivo
As memórias nunca morrem

A excitação da dissecação é doce
Minha pele se espalha com velocidade orgásmica
Um objeto sem vida para minha repressão
Uma obsessão além da sua imaginação
Instinto primitivo, uma paixão por carne
Alimento primordial nas multidões da morte
Atos sádicos, um amor tão verdadeiro
Impressionantemente mascando uma parte sua

REFRíO

Preciso de um amigo
Por favor, seja minha companhia
Não quero estar
Abandonado sozinho com minha sanidade

Sensações eróticas formigam na minha espinha
Um corpo morto deitado próximo a mim
Lábios macios azuis escuros
Começo a salivar à medida que nos beijamos
Minha para sempre, essa doce morte
Não consigo esquecer dos seus suspiros
Ofegando de forma excitada
Com minhas mãos em volta do seu pescoço

Trevas são desenhadas
Ninguém lá fora pode ver
O que eu fiz
O que se torna de mim
Fico aqui
Acima de tudo aquilo que era verdade
Como eu adoro
Como eu adoro matar você
fuente: musica.com

Slayer

Ficha de la Canción

Título:
213 (EN PORTUGUES)

Grupo/Cantante:
SLAYER

Letra añadida por:
gabrielcandiavela

Letra escrita por:
JEFFERY JOHN HANNEMAN,TOMAS ENRIQUE ARAYA

Letra publicada por:
UNIVERSAL MUSIC PUBLISHING GROUP

Licencia:
LyricFind

Valora la calidad de la letra

Compartir Letra

compartir en facebook
compartir en google plus
compartir en twitter

Enviar la letra '213 en portugues' por email

Imprimir la letra '213 en portugues' de Slayer

ir a arriba