FOGE DA VIDA QUE TE AGARRA

Piruka

Um dia eu vou ter contigo
Espera-me no paraíso
Ainda ando pelo o Inferno à procura do que preciso
Vivemos num mundo moderno é assim que o caracterizo
Vejo e anoto num caderno, lágrimas e sorrisos
Em dádivas não acredito
Duvidas ou tens dúvidas
Vivemos vidas estúpidas e muito acha bonito
Mas eu não acho sou honesto
Faço-me a pista e mesmo assim não presto
Passo de artista bota fora isso eu não quero
Espero ter uma boa vida e bancar a família
Ter a cabeça erguida ao ler as minhas bíblias
Um cúbico, uma Maria com 2 ou 3 crias, no mínimo
Se vierem a mais também são bem vindas
Sou tímido, mas eficaz tudo explicito perspicaz
Tudo bem dito do meu rapaz, tanto me faz as bocas podres
E aquele que pensa que é Thug
Estica-me o dedo e grita-me F*** You
Eu faço por gosto ouves se quiseres
Foge da vida que te agarra
Meu tropa vai à guerra
As balas são palavras
Que causam mortes certas
4 cantos na casa
Ninguém estava à espera
Mas eu não sou uma bengala dred
Eu ando com as minhas pernas
Foge da vida que te agarra
Meu tropa vai à guerra
As balas são palavras
Que causam mortes certas
4 cantos na casa
Ninguém estava à espera
Mas eu não sou uma bengala dred
Eu ando com as minhas pernas
Mas eu não sou uma bengala dred
Eu ando com as minhas pernas
Agora sou revolucionário
Piruka - Che Guevara
Não o sou, mas faço-me de otário
E os otários não reparam
Que já me passaram ao lado
E eu instalado nem inteirei
Que à soldados fuzilados mas fui eu que os fuzilei
À soldados que são falsos
Falam pa ficar bem
Sabem mais do que o que devem
E ainda devem a quem não tem
Pedem notas de 100 sem saber como pagar
Dinheiro no bolso sabe bem o que não sabe bem é trabalhar
Tás a falhar como notas de 1000
Corres atrás de bombocas no casino Estoril
Corres atrás de fofocas tropa pra mim é vacilo
És um cão que vai a faca na maca de um canil
Revolução 4 cantos Piruka recruta do batalhão
Calma sente e desfruta vai medindo a pulsação
Granadas bazucas caçulas e canhão
Tu não digas que não
Grita Revolução 4 cantos Piruka recruta do batalhão
Calma sente e desfruta vai medindo a pulsação
Granadas bazucas caçulas e canhão
Tu não digas que não
Foge da vida que te agarra
Meu tropa vai à guerra
As balas são palavras
Que causam mortes certas
4 cantos na casa
Ninguém estava à espera
Mas eu não sou uma bengala dred
Eu ando com as minhas pernas
Foge da vida que te agarra
Meu tropa vai à guerra
As balas são palavras
Que causam mortes certa
4 cantos na casa
Ninguém estava à espera
Mas eu não sou uma bengala dred
Eu ando com as minhas pernas

fuente: musica.com

Piruka

Ficha de la Canción

Título:
FOGE DA VIDA QUE TE AGARRA

Grupo/Cantante:
PIRUKA

Letra añadida por:
Azzrael

Valora la calidad de la letra

Compartir Letra

compartir en facebook
compartir en google plus
compartir en twitter

Enviar la letra 'Foge da Vida Que Te Agarra' por email

Imprimir la letra 'Foge da Vida Que Te Agarra' de Piruka

ir a arriba