NÃO SE PASSA NADA

Piruka

Não se passa nada
Eu tenho a consciência tranquila e descansada
O que eu vivi contigo está numa caixa fechada
Lembranças e vivências com o tempo vão sendo apagadas
Mas não se passa nada, não

Não se passa nada hoje em dia
Mas em dia já passou
Contigo era o próprio
Não havia mentiras
Mas o que eu sentia mudou
Noites em branco sabiam-me a pouco
Dois putos malucos no quarto a dar show
Olhares atrevidos, corpos tremidos
Porque é que isso tudo acabou, não sei
Sabia-me a pouco o sufoco causado pela tua pele
No escuro dois loucos
Dois putos que sabiam pouco
Mas sabia a mel
Nós e o nosso castelo num mundo à parte
Algo paralelo, e hoje tudo acabado
Eu fico sentado num quarto
Em parte revelo que...

[Hook](x2)
Não se passa nada
Eu tenho a consciência tranquila e descansada
O que eu vivi contigo está numa caixa fechada
Lembranças e vivências que com o tempo vão sendo apagadas
Mas não se passa nada, não

Hoje vejo tudo apagado sem perceber porquê
Mas tu só vias o teu lado e o meu quem o vê
Eram discussões sem nexo ficamos os dois perplexos
Muito grito e pouco sexo, nunca deu pra mim
Mas hoje vejo tudo apagado sem perceber porquê
Mas tu só vias o teu lado e o meu quem o vê
Eram discussões sem nexo ficámos os dois perplexos
Muito grito e pouco sexo
Nunca deu pra mim...

Nunca deu pra mim...
Nunca deu pra mim...
Nunca deu pra mim...

[Hook](x2)
Não se passa nada
Eu tenho a consciência tranquila e descansada
O que eu vivi contigo está numa caixa fechada
Lembranças e vivências que com o tempo vão sendo apagadas
Mas não se passa nada, não

Nunca deu pra mim...
Nunca deu pra mim...
Nunca deu pra mim...

fuente: musica.com

Piruka

Ficha de la Canción

Título:
NÃO SE PASSA NADA

Grupo/Cantante:
PIRUKA

Letra añadida por:
voicemen

Valora la calidad de la letra

Compartir Letra

compartir en facebook
compartir en google plus
compartir en twitter

Enviar la letra 'Não Se Passa Nada' por email

Imprimir la letra 'Não Se Passa Nada' de Piruka

ir a arriba