Imagen de la canción 'Sem o Aval'

Sem o Aval

Detentos do Rap

LETRA

Alinear a la izquierdaAlinear al centroLetra más grandeLetra más pequeña

É ladrão
Muitos manos desacreditaram da nova família Detentos do Rap
Nova formação, ideias muito loucas
Só que aí, quem desacreditou, eu só lamento
A raiva está aqui dentro
Eu sempre tive pronto pro arrebento
Se a carapuça servir, não tenho nada com isso
Chega ae

A hora chegou de passar tudo a limpo
Se a carapuça serviu, não tenho nada com isso
Porque a favela toma conta e é de ponta a ponta
Mexeram com os cara errado, então segura a bronca
Nossa família virou entre trancos e barrancos
Crescemos pra caralho sem tirar nenhum dos manos
Nossa realidade nunca foi feita de mentira
Não [?] nossas ideias, nem copiamos picadilhas
Se quiser vem pra cima, responde com a rima
Aqui pescoços voam, mas é com os manos que vacila
Não ligamos pra primeiros e nem pra terceiros
Fale o que quiser, mas somos os pioneiros
Carandiru de casa cheia, não é besteira
Eu tentei ser amiguinho, mas estão de brincadeira
Eu só queria poder, ter condições, sobreviver
Se não condiz com a realidade, só se for para você
Estávamos na paz, curtir o som e mais
Vocês levaram uma, retroceder jamais
Se [?] por aí que o Detentos acabou
(pelo contrário, ele apenas começou)
Bolamos com a firma, não queremos IBOPE
Derrubando os canalhas com a ideia é forte
Aqui dentro ou lá fora, estamos pronto pro bote
Com as algemas aberta, eu não conto com a sorte
A minha voz não se cala, a fita tá dominada
Sem o aval dos olhos grandes, estamos bem na parada

Pedimos desculpas se a carapuça serviu
Faltaram com respeito, a casa caiu

Hahahaha

Detentos sobrevive pelos manos da quebrada
E é por isso que o corre não para
Lembrei de um trecho que Jorge Aragão criou
Respeite quem pode chegar aonde a gente chegou
Vocês não escutou, sem pensar nos criticou
Só que aí, não abalou, agora a hora chegou
Ae, ae, ae, eu sinto pena de vocês
Aqui se faz, aqui se paga e quem tá vivo vai ver
Vai ver quem ri por último, a gargalhada é bem melhor
Quem disse que pra subir no palco e cantar [?] precisa do pó?
Antigamente também era foda, uma pá de mano na bota
De repente, surgiram problemas, cadê os mano? (saíram fora)
Agora novo som ta aí, uma pá de mano vai ouvir
Vai colar na nossa banca dizendo: 'é isso aí'
É isso aí o caralho, vai tomar no cu, viado
Desculpa os palavrão, mas faz parte do vocabulário
E os manos que luta pra conquistar tudo que quer
Quem conhece as vitórias, as conquistas, aí bota fé
Os elogios dos humildes, eu guardo do lado esquerdo do peito
Os desumildes, eu tiro mesmo, e aí, sai fora, sujeito
A humildade e o respeito tem que prevalecer
E não pagar de cara feia só porque tem CD
E chega mano, eu estou a pampa de tudo isso
Detentos está de volta e quem tirou tá no lixo
(E a humidade?) Aqui tem
(E o respeito?) Tem também
O som é pra favela (e as boyzinha?) aqui não tem

Pedimos desculpas se a carapuça serviu
Faltaram com respeito, a casa caiu

Hahahaha

Sem o aval dos olhos grandes, estamos a pampa, na moral
Se iludiu no meu sorriso, só que agora se deu mal
Achava que nós tinha falido ou, se pã, não tava ouvindo
Se esse som te faz doer, ladrão, então tampa os ouvido
Ainda sim eu acho que isso não vai adiantar
Vocês lembram do segundo CD? O pesadelo está no ar
Pra chegar onde chegamos não fomos carregados por ninguém
Até hoje me pergunto: quem será que fode quem?
Eu nunca babei ovo pra eu poder ficar a pampa
Colo com manos firmeza, aqueles manos que não me desanda
Ouvi minas soletrar que os Detentos já era
Muito pelo contrário, quem espera, prospera
Zé povinho de Evoke, até jura pra você crer
Mas isso me deu mais forças pra lutar e vencer
Detentos não acabou, foi a marra que foi embora
Não sei se concorda comigo, mas tava bem mais que na hora
Roberto Carlos no grupo, não dava mais pra aguentar
Ele pediu pra sair fora, depois veio pra chorar (rá)
Se lamentar, tipo implorar
O crime não admite falha, já viu ladrão se explicar?
Em três anos de grupo, só quis você aparecer
Eu não preciso ser mais claro pra você entender
Só que agora já passou, o mal já foi embora
Se quiser fazer seus corre, vish, essa é a hora
Vai, vai, vai, mas vê se volta daquele jeito
Estou na captura de quem faltou com respeito
Os espertos são vocês e eu que sou o loki
Explodindo as panelas, eu estou pronto pro bote
Lamento dizer pra vocês que a cara nova ta aí
E se tiver alguma dúvida é só chegar e conferir (rá)

Só peço desculpas se a carapuça serviu
Faltaram com respeito, a casa caiu

Hahahaha

fuente: musica.com disquito - musica.com

Compartir la letra 'Sem o Aval'

Buscar canciones
X
ir a arriba