Disquito sustituye a Lucca Páris

Cidade Cinza

Lucca Páris

LETRA

Alinear a la izquierdaAlinear al centroLetra más grandeLetra más pequeñaVer video

Cidade Cinza, o que você tem a dar?
Cidade Cinza, o que você tem a dar?
Cidade Cinza, o que você tem a dar?

Andei pelas ruas da Cidade Cinza
Vi tanta gente, me sentia diferente, deslocado
Tipo o cara certo no lugar errado
Eu era o resultado
De situações, palavrões, discussões e amores frustrados, tá
Isso não faz de mim melhor nem pior
Só homem comum
Aquele que um dia volta ao pó
Só me conheço melhor
Sem onde deixar as pontas e onde deixar os nós
O “nós” se tornou algo tão distante
Se eu não for feliz comigo mesmo deixa ele lá na estante guardadinho

Aí eu vejo que eu sou melhor quando eu sou pequenininho
Um bom dia e um sorriso fica natural pra mim
Tudo vira aprendizado
Conviver com quem é bom, é bom, mas é fácil

Não, não acredito em coisa fáceis, não
Não acredito em coisa fáceis, não
Não acredito em coisa fáceis, não
Não acredito em coisa fáceis, não

Cidade Cinza, o que você tem a dar?
Cidade Cinza, o que você tem a dar?
Andei por você e vi tanta coisa, tanta coisa
Me ensine a caminhar além dos muros onde os seus filhos choram
Seus filhos choram

Tem gente que anda de metrô só pra passar a fome
Pede a Deus pra lembrar o próprio nome
Nome dado por um pai, que não teve pai, que não teve pai
E assim o ciclo foi formado
E que visão uma pessoa dessa pode ter?
O auge da vida dela é simplesmente ter o que comer
É tanta injustiça que eu não sei o que falar
O ciclo é tão antigo que culpados não vou mais achar
E seu eu achasse faria diferença?
Você faria diferença se tivesse a chance?
Preconceito?
Se quer falar tudo bem
Mas olhe pra si mesmo e assuma que tu tem
Que é uma via de mão dupla
Não é porque sentiu a dor, que essa guerra é só sua

Cidade Cinza, o que você tem a dar?
Cidade Cinza, o que você tem a dar?
Andei por você e vi tanta coisa, tanta coisa
Me ensine a caminhar além dos muros onde os seus filhos choram
Seus filhos choram

Voltei ao meu texto, perdi meu contexto
Pretexto pra não chorar na rima
E não dar soco na mesa
Já basta os calos na alma
E a incerteza de saber se eu vou ter o que comer amanhã na mesa
Da uma tristeza

Mãe trampa e filho chora
Será que papai ainda volta?

Cidade Cinza, o que você tem a dar?
Cidade Cinza, o que você tem a dar?
Cidade Cinza, o que você tem a dar?
Andei por você e vi tanta coisa, tanta coisa
Me ensine a caminhar além dos muros onde os seus filhos choram
Seus filhos choram

Welcome to my world
Welcome to my world

fuente: musica.com disquito - musica.com

Compartir la letra 'Cidade Cinza'

Buscar canciones
X
Autoplay
Ver video
ir a arriba