Disquito sustituye a Lucca Páris

Sol Moreno

Lucca Páris

LETRA

Alinear a la izquierdaAlinear al centroLetra más grandeLetra más pequeñaVer video

Eu reconheço que eu me aqueço só de ver
Quando o teu passo, passa assim por mim
E não é sobre sexo
Não há competição
Eu abro minha mão, pra pegar outra
E o bonito que é opção
Eu te disse amor era assim
Eu dizia que é fundo e sem chão
Pra quem já se ama, pra quem só te chama ai ai hum
Que na cama só pensa em você
E não deixa de fora pro azar

Desconfio que sim
Cê pinta essa raiz, de pó de estrela ou cê mimetiza bem
Pergunte aí por mim
Mostre interesse em mim ó, ó já viu
O Sol nasceu moreno

Eu reconheço, que eu me esqueço de andar
Quando o teu passo diz um sim pra mim
Não há filmes na televisão e não há manual sobre nós
É incomum, mas eu chamo de meu
O que é seu é seu
O que é meu é meu
E a liberdade, é a medida de quem já se ama
De quem só te chama opção
Eu te disse amor era assim
Eu dizia que é fundo e sem chão
Pra quem já se ama, pra quem só te chama ai ai hum
Que na cama só pensa em você
E não deixa de fora pro azar

Desconfio que sim
Cê pinta essa raiz, de pó de estrela ou cê mimetiza bem
Pergunte aí por mim
Mostre interesse em mim ó, ó já viu
O Sol nasceu moreno

fuente: musica.com disquito - musica.com

Compartir la letra 'Sol Moreno'

Buscar canciones
X
Autoplay
Ver video
ir a arriba