GROGNation

LETRA

Alinear a la izquierdaAlinear al centroLetra más grandeLetra más pequeña

É favor entrar
Porque a palhaçada vai começar
Ursos e palhaços vão te animar
Quando deres por ti tu já tas igual
Só tens de sentar
Concordar com tudo e não contestar
Culpar meio mundo e nunca mudar
Só tens de ficar mudo e não ver o mal

Até a escola tem te educado
A perceber o mundo e nunca perceber teu estado
Não perceber o estado que esse teu estado tem estado
E ninguém tem contestado têm gostado sentados
Vejo malabaristas com um ar canino
De coleiras ao pescoço e a piar fininho
Se der merda, gente lerda ninguém leva mal
É genial tirar partido do carnaval
Sabes que aqui vale (vale) por plateia ao samba
No fim equivale (vale) nu na corda bamba
A gente tchilla uma birra e bafar liamba
Porque a casa tem segredos assim cagamos no drama
É só craques aplausos é só claques
Brincamos aos palhaços fardados e os Sócrates
Nunca vão pó xadrez não há nada que um cheque trate
Não jogas nem uma vez e levas um cheque mate

O Circo precisa da tua Presença
Aqui toda acrobacia compensa
Domar animais ou people não tem diferença
Não nada que uma chicotada não convença (x2)

Aqui é quem manda que entra por baixo do pano
E essa gente não anda ou aparece assim em bando
A patifaria é tanta e a plateia e a plateia não vai notando
Porque eles só fazem merda enquanto a banda vai tocando
Só números que te dão gozo, pipocas e algodão doce
Nem vês o circo a compor-se, espetáculo de luz e cor se
Por ventura um trapezista se sentir nervoso
Há sempre uma rede na pista a atenuar o pouso
Olha o homem bala a bazar de mala com a nossa guita
Até o malabarista nos entala e faz de mau da fita
Truques de ilusão que até bates mal da marmita
E cortam-nos direitos deixam qualquer mãe aflita
Chamam-te para fakir e obrigam-te a engolir a seco
E se quiseres domar leões eles vão-te apertar o cerco
Não vais poder fugir porque a saída dá para o beco
E na plateia tão 11 milhões a chafurdar no esterco

O Circo precisa da tua Presença
Aqui toda acrobacia compensa
Domar animais ou people não tem diferença
Não nada que uma chicotada não convença (x2)

Talvez malta não entenda
O que acontece nesta tenda
Tenta espreitar pela fenda
E verás muita alma a venda
Truques que ninguém desvenda
Esquemas que ninguém se lembra
Depravação sem emenda
Falhas de caracter sem remenda
Nem tudo o que brilha é ouro
E nem todo o embrulho é prenda
Uma coisa é tu veres a capa
Outra é veres o conteúdo da agenda
Puto senta e sente a gosma
Quando o diabo rebenta
E não bebas água benta
No show que o diabo recomenda
Um circo dos horrores, feito de patrões e sôtores
Onde o verdadeiro show acontece nos bastidores
Podes fugir, esconder, que eles vão onde tu fores
Abusam do poder, fazem os avengers virar amadores
Tu levas Baile, controlam os passos que tu dás
Doggy style, Há sempre um deles levar por trás
Aprende a ler Braile, Junta os pontinhos e verás
Que enquanto pagas a taxa,são eles que rapam o Tacho

É favor entrar
Porque a palhaçada vai começar
Ursos e palhaços vão te animar
Quando deres por ti tu já tas igual
Só tens de sentar
Concordar com tudo e não contestar
Culpar meio mundo e nunca mudar
Só tens de ficar mudo e não ver o mal

É tanta palhaçada, o circo já chegou
Lotação esgotada e o espetáculo já começou
É tanta palhaçada, o circo já chegou
Lotação esgotada e o espetáculo já começou

fuente: musica.com disquito - musica.com

Compartir la letra 'Circo'

Buscar canciones
X
ir a arriba