GROGNation

LETRA

Alinear a la izquierdaAlinear al centroLetra más grandeLetra más pequeña

(Refrão)
Mesmo que eu te diga que eu agora estou bem
E que mostre não precisar de ninguém
Eu não sou de ferro, não sou de ferro

(Nasty)
Medos eu tenho e às vezes admito, choro baba e ranho às vezes aflito
É fodido, só eu sei como é que eu me sinto, num conflito
Alma empenho e o meu desempenho nem sempre é o pretendido
Medo de não ser ninguém ou ser alguém que apenas está perdido
Um homem não é de ferro e em mim encerro coisas que acredito
Que se eu não as enterro um dia mais tarde as levo comigo
O tempo passa, eu não gosto dele, o que é que o destino tem escrito?
O tempo também não gosta de mim, acho que ele é o meu pior inimigo
Porque eu não quero por nada perder os meus nesta jornada
Nem a família, nem a minha dama, nem a minha rapaziada
Porque a vida é uma incógnita, não sabes o que tem guardada
E a vida é curta demais para viver uma vida errada
Parece que tenho prazer em sofrer ao pensar coisas que não quero perder
Pode ser a minha maneira de ser ou a minha vontade de enlouquecer
Seja o que for esta é a minha dor e não me poderá vencer
Só quero pô-la no pelouro apesar de me pertencer

(Refrão)
Mesmo que eu te diga que eu agora estou bem
E que mostre não precisar de ninguém
Eu não sou de ferro, não sou de ferro

(Papillon)
Ela disse foda-se papi porque vocês homens são assim?
Antes da foda chamam queen depois nem querem saber de mim
Já não há como recuperar a consideração que eu perdi
Já me queimaram tantas vezes não sei como ainda não ardi
Mas é a ultima vez que dou o lápis p'ra me pintarem de louca, eu juro
Agora sou tão fria que nem o yeti me toca, eu juro
E se eu quiser tar com um cabrão vou a herdade do badoca, eu juro
Recuso-me a ser objeto de troca de qualquer madafoka, eu juro
Desculpa descarregar em ti, eu sei que tu nem fazes isso
Se te conto estas merdas é porque não aguento e preciso
De desabafar com alguém que me entenda e não me julgue
Enquanto que o resto do mundo espera que eu seja rija como Hulk
Mas nem sempre é fácil manter a postura percebes?
Principalmente quando das love mas raramente recebes
Eu desabafo contigo pois nesse aspecto somos parecidos
Eu sei que atrás do teu rap escondes tudo o que tens sofrido

(Refrão)
Mesmo que eu te diga que eu agora estou bem
E que mostre não precisar de ninguém
Eu não sou de ferro, não sou de ferro

(Harold)
Não feches os olhos se não há paz na rua
Se mundo quer dar-te uma vida que não é a tua
E se tu lidas com a pobreza e a vida não dá certezas
E as vezes só há beleza quando vês a lua
Tu não precisas desses carros pra seres importante
E nem precisas desses charros pra seres interessante
Manos atrás do diamante e de um amor escaldante
Não vem entretanto e entre tantos corações ninguém quer um arrogante
Eu só posso dizer que isto vai acabar bem
Mesmo que não diga a mais ninguém
E talvez nem és culpada se ele agiu assim do nada
Se as pessoas têm uma face que aos poucos cai revelada
E eu não sou ferro eu falho como um bebé eu caio
A tentar ser um homem na estrada sem um atalho
O berro vem de dentro e o tempo mostra o que valho
A tentar ser de ferro porque isto doí como o caralho

(Refrão)
Mesmo que eu te diga que eu agora estou bem
E que mostre não precisar de ninguém
Eu não sou de ferro, não sou de ferro

fuente: musica.com disquito - musica.com

Compartir la letra 'Ferro'

Buscar canciones
X
ir a arriba